“Tren de la Quebrada” é movido a energia solar na América Latina e vai ligar Argentina e Peru

Objetivo é fazer o percurso entre Jujuy e Cusco. Primeira parte da construção deverá estar concluída já em agosto.

Chama-se Tren de la Quebrada e será o primeiro veículo turístico movido a energia solar a fazer uma ligação ferroviária na América Latina. De acordo com o site “Bem Paraná”, o objetivo é que o comboio inicie o trajeto na Argentina e chegue ao Peru.

Modelo de trem solar da Austrália. Foto: Byron Bay Train

As obras deram início em fevereiro de 2018, com a instalação das vias. Devido à complexidade do projeto, a construção será feita em várias etapas, estando previsto que a primeira esteja concluída em agosto de 2019.

Nesta fase inicial, a ligação será feita apenas no norte da Argentina, percorrendo as localidades de Volcán, Purmamarca e Maimará, numa rota de 20 quilômetros.

Posteriormente, mas ainda sem data específica, o Tren de la Quebrada seguirá até à Bolívia, e, no futuro, rumo a Cusco, no Peru. Os responsáveis pelo projeto pretendem ainda que o comboio turístico chegue a Machu Pichu.

Na etapa inicial, a ferrovia terá dimensões reduzidas e o veículo, com capacidade para transportar 240 passageiros, apenas conseguirá circular a uma velocidade de 30 quilômetros por hora.

“Este é um grande desafio, porque estamos a desenvolver uma nova tecnologia para o transporte ferroviário do futuro”, afirmou ao site noticioso “CicloVivo” o engenheiro Pablo Rodríguez Messin, um dos responsáveis pelo projeto, que conta com a participação de especialistas internacionais que ajudaram na construção do primeiro comboio movido a energia solar do mundo, inaugurado, em 2018, na Austrália.